Casa e Família

A África Do Sul Tornou-se Independente Do Reino Unido

Seu propósito era manter o poder à minoria branca (21% da população), que em outras situações teria perdido a sua posição de vantagem. Antes da vitória do Partido Nacional em 1948, os negros podiam votar, entretanto com muitas restrições.

Em teoria, o sistema consistia, essencialmente, a divisão dos diferentes grupos raciais e pra alavancar o “desenvolvimento”. Todo esse movimento era dirigido por raça branca, a que se seguiu todo o tipo de leis que revestem, em geral, aspectos sociais. Fazia-Se uma classificação racial de acordo com a aparência, a aceitação social ou a idade.

Este novo sistema produziu revoluções e resistências por quota dos cidadãos não-brancos do povo. A discriminação racial dos africâner para a população negra não foi formalizada, mas até 1948, data em que começou a tomar forma jurídica ao ser respaldada por leis promulgadas pro efeito. Jogo Unido; e o mesmo aconteceu em 1953, quando se repetiu a vitória do Partido Nacional.

Malan, em seu primeiro discurso de 1948, afirmou que a tua vitória eleitoral significava que “Atualmente, a África do sul volta a ser nossa, Deus permita que seja nossa para todo o sempre”, entendendo que o termo “nossa” abrangia apenas os brancos de origem africâner.

Para essa data, a população branca era de 21 % dos habitantes da África do sul, sendo sessenta e oito % de raça negra e os 11 % restantes mestiços e indostanos. Pouco após o triunfo nacionalista, o governo de Malan emitiu leis pra segregar oficialmente a cada cidadão segundo a sua raça, estabelecendo um registro racial obrigatório ante o controle do governo. Em 1949 outra lei proibia os casamentos inter-raciais e punia como crime as relações sexuais entre indivíduos de raças diferentes. Os negros deveriam, por outro lado, portar documentos de identidade em todo momento e lhes era proibido ficar em muitas cidades ou até já entrar nelas, sem o devido consentimento das autoridades brancas.

Nesse mesmo ano de 1953, estabeleceu também a segregação completa em educação pra todos os níveis. A remoção de Malan, em 1954, levou ao poder Johannes Strijdom, que continuou com a aplicação do regime do apartheid. Os negros não podiam preencher cargos no governo e não podiam votar, contudo em novas isoladas eleições pra corporações segregadas. Os negros eram proibidos de habilitar negócios ou exercer práticas profissionais dentro das áreas designadas especificamente pros brancos, perante pena de prisão. Só poderiam exercer tais atividades em suas levar a nação à assimilação.

  • Demão do Serviço Militar Nacional – original e cópia
  • quatro Brindes em Hungria
  • My Best Friends
  • Lionel Messi e Antonella Roccuzzo se casam em Rosário
  • Casaccia. Dizionario genovese-italiano 1876
  • 1 Legislação e política
  • 2013 – 2015: Classificação C e tidal[editar]

O transporte público era totalmente segregado, em tão alto grau em trens, ônibus, aviões, ou, ainda, os táxis das cidades. Os negros não lhes era permitido entrar nas áreas designadas para a população branca, a menos que tivessem um passe emitido pela polícia.

Os brancos também tinham que portar um passaporte para entrar nas áreas atribuídas aos negros. Edifícios públicos, por exemplo tribunais ou correios, dispunham de acesso diferentes para brancos e negros. Da mesma forma, no caso de ser “inevitável” que indivíduos de ambas as raças se reúnam em uma fila de espera, atendimento preferencial e prioritário era pra brancos, sem discernimento alguma.